terça-feira, 19 de abril de 2011

Livro infantil "Diário de uma vítima de bullying"

6 comentários:

  1. Hoje se fala em Bullying de uma forma tão natural q faz tranquilizar pessoas vítimas dele. A sociedade e o cidadão ganha sempre c mais esse direito assegurado, cada ser é único e devemos respeitar todos eles, acredito q essa é a forma, a receita de um mundo de melhores relacionamentos, de formação moral, de respeito ao próximo, q talvez é feliz da forma q é e n pode vivenciar sua alegria devido a um rótulo q n o pertence.

    ResponderExcluir
  2. Chistiane Ferreira21 de abril de 2011 19:31

    Professor Lélio, adquirimos 50 exemplares para nossa escola e já está servindo de grande ajuda para trabalharmos o bullying com nossas crianças. Serviu como luva para nossa escola. Pareabéns, ainda, pelo blog e pelo seu dedicado trabalho para a causa.

    ResponderExcluir
  3. O Bullying é o resultado de um quadro psicossomático, que leva um jovem a desenvolver uma mudança de paradigma, deixando de lado os valores familiares, por se mostrar frustrado e até revoltado com os seus personagens, ou seja, os próprios pais, na maioria das vezes por maus tratos ou violência no lar. Por não conseguir entender essas mudanças, ele se revolta ainda mais e encontra no bullying, uma forma de descarregar sua raiva e de pôr em prática seus novos ideais e valores, sem que tenha condições, psicológics ou emocionais de, sozinho, refletir sobre a ética de suas ações. Somos pelo o que somos.

    ResponderExcluir
  4. O Bullying é uma das opções que a mente oferece ao corpo, como poderia ser as drogas, o trabalho no tráfico ou a delinqüência (embora estas não estejam ainda totalmente descartadas). Quando se vive em ambiente conturbado, não há muitas opções saudáveis para se compensar reações advindas deste tipo de ambiente e a mente se vale do universo à sua volta, para realizar este trabalho. É um processo mecânico que terei o maior prazer em explicar num momento futuro. Por hora o que posso dizer é que o bullyinista é vítima também de si próprio.

    ResponderExcluir
  5. Amanda Campos Alcântara de Oliveira23 de abril de 2011 09:09

    Professor, parabéns pelo livro. Já o li. Gostei da idéia de poder trabalhar com o tema responsabilidade já com as crianças. Será muito útil apra elas. Vamos adotá-lo em nossa escola também como livro de referência.

    ResponderExcluir
  6. Prezado Lélio, parabéns pelo livro. Ficou lindo. Quando volta a Goiânia?

    ResponderExcluir